Nesta segunda-feira (31), o tesoureiro do Sinfa, Francisco Saraiva, declarou em entrevista ao programa tribuna sindical, que o Sinfa vem se mobilizando ativamente junto com organizações nacionais para combater a aprovação da PEC32, da reforma administrativa.

O posicionamento do Sinfa continua firme na luta pelos direitos dos servidores e da população.

De acordo com Saraiva, a pec traz atrasos para a administração pública, que infelizmente não contribui com a inovação no serviço público. “Nós precisamos avançar no serviço público, precisamos de mais condições de trabalho, precisamos de normas que facilite e aumente a nossa produtividade” afirmou.

“Porém a reforma apresentada pelo Governo Bolsonaro, não traz benefícios para a sociedade e muito menos para os servidores públicos. Ela é uma proposta que sucateia o serviço público e fragiliza as relações de trabalho, destacou Saraiva.

O sindicato vem enfrentando problemas gravíssimos do ponto de vista estrutural. Além do fechamento de postos fixos ou barreiras sanitárias, a exemplo do último que ocorreu, que foi o fechamento do posto do Pirangi, que era um posto fixo estratégico para o desenvolvimento do Maranhão, localizado na divisa com o Piauí.

Sobre isso, Saraiva enfatizou que “a diretoria da Aged, em um entendimento equivocado fecha esse posto representando um atraso para uma prestação de serviço de Defesa Agropecuária. Isso mostra que é uma diretoria que não está pensando no avanço da instituição e do serviço”.

Falando em nome de todos o tesoureiro disse mais: “Nós lamentamos e vamos trabalhar tanto de um ponto de vista político, como jurídico, para reverter essa decisão”.

Publicado em: maio 31st, 2021 / Categorias: SINFA MA /

Compartilhar

Deixe um Comentário